Buscar
  • CCSA Unioeste Toledo

Diretora do CCSA pretende incentivar a pesquisa e a extensão

Patrícia Stafusa Sala Battisti é diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) do campus de Toledo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e busca apoiar a humanização e urbanização da área física do centro, além de apoiar iniciativas que envolvam a comunidade interna e externa.

Patrícia é doutora em Administração pela Universidade Positivo, mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas e Bacharel em Secretariado Executivo Bilíngue pela Unioeste. É vice-líder do Grupo de Pesquisa em Secretariado Executivo Bilíngue (GPSEB) e membro-fundadora da Associação Brasileira de Pesquisa em Secretariado (ABPSEC).

Interessa-se pelos seguintes temas: Gestão da Inovação, Incubadoras de Empresas e Consultoria Organizacional. É professora do Curso de Secretariado Executivo e da Pós-Graduação em Assessoria Executiva. No âmbito administrativo, possui experiência em gestão na iniciativa privada e atuou como Assessora da Direção Geral da Unioeste, campus de Toledo.


Leia mais abaixo...



  1. Diretora quais os projetos imediatos que você tem para o seu Centro na gestão 2020-2023?

Todos os projetos imediatos e em longo prazo da nossa gestão têm por princípios norteadores: a) primar pela transparência na tomada de decisões sempre de forma colegiada, observando o princípio democrático e as resoluções institucionais e tratar com equidade todos os cursos de graduação e pós-graduação do CCSA, respeitando especificidades e necessidades, em busca da consolidação, expansão ou criação, conforme o caso e b) defender a liberdade de cátedra e a autonomia universitária, a fim de garantir o pluralismo de ideias e a independência didático-científica.

Nesse contexto, desde início, pretendemos promover uma cultura de diálogo constante entre a Direção do Centro, as Coordenações dos Cursos e os representantes discentes do CCSA, para conhecer e estabelecer as prioridades e, nesse sentido, trabalhar de forma integrada com a Direção Geral, com os outros Diretores de Centro do Campus de Toledo, para demandas comuns frente às instâncias superiores.

Entre os principais desafios está, sem dúvida, a conjuntura estadual e, mesmo, nacional, enfrentada pela educação e, notadamente, pelo ensino público superior, em razão das recentes propostas de corte de recursos em vários âmbitos da universidade. Ressaltam-se principalmente a preocupação na manutenção e contratação dos docentes e agentes universitários e a sobrevivência dos programas de pós-graduação e de atividades de extensão.

De forma mais prática e imediata, iniciamos o mês de janeiro buscando soluções para a melhoria das condições de infraestrutura para o desenvolvimento das atividades dos docentes e discentes do CCSA, particularmente para o funcionamento do CELTO (Centro de Ensino de Línguas do Campus de Toledo). O CELTO é um projeto de extensão vinculado ao CCSA, coordenado pela Profa. Maura Bernardon, do Curso de Secretariado Executivo Trilíngue, iniciado em 2016, que atende a comunidade interna e externa por meio do ensino de línguas. Este projeto superou todas as expectativas e vem multiplicando seus usuários. No ano de 2019, terminou com 176 alunos e a previsão para 2020 é de aproximadamente 300 alunos. Dessa forma, é necessário melhorar o isolamento acústico no Laboratório de Línguas, para dar melhor qualidade aos alunos e ao mesmo tempo não inviabilizar as atividades de pesquisa próximas ao laboratório. Também é necessária a criação de um espaço de atendimento para o CELTO.

Ao abrigar este projeto e outras atividades é necessário buscar por melhores condições de trabalho para os docentes e agentes universitários do CCSA, pleiteando espaço físico adequado para o desenvolvimento das atividades e otimização de espaços conjuntos. Assim, inicialmente, estamos adequando os ambientes para integrar as coordenações às secretarias dos cursos de forma a otimizar o trabalho e ao mesmo tempo propiciar mais privacidade aos coordenadores. De uma forma geral, pretendemos apoiar a humanização e a urbanização da área física do CCSA, de forma a favorecer a qualidade de vida e a segurança das pessoas.

  1. Diretora qual o planejamento, a longo prazo, para sua gestão?

Queremos contribuir para que a Unioeste seja espaço de muito aprendizado, de satisfação profissional e de retorno das nossas ações para a sociedade, de forma que nossos estudantes sintam orgulho de sua formação e que consigamos atrair novos talentos para descobrir o potencial de oportunidades que só existem na universidade pública e de qualidade. Para isso, precisamos agir em várias frentes, partindo do princípio que, quando se cuida das pessoas, as pessoas querem ali permanecer, superam as barreiras, impactam e são impactadas pelo meio e, também, trazem soluções para a universidade e para a sociedade.

Dessa forma, é necessário apoiar as estratégias para combater a evasão escolar e aumentar a procura pelos cursos de CCSA, ao mesmo tempo em que é preciso tornar mais visíveis as várias atividades desenvolvidas pelos cursos de maneira mais dinâmica para a sociedade. Para essa dinamicidade acontecer, além da criatividade de nossos docentes e discentes, perpassa necessariamente o aprimoramento da tecnologia e a aceitação que o mercado de trabalho necessita de um(a) profissional mais antenado(a) com a realidade social e econômica, com soluções mais conectadas com o mundo que o(a) cerca.  Assim, em conjunto com a Direção Geral do Campus e a Reitoria pretende-se lutar para a melhoria dos sistemas de informação e comunicação da Universidade, bem como para um melhor funcionamento da Internet no Campus para que possamos cada vez mais nos conectar às novas formas de trabalho. Precisamos também melhorar a gestão de documentos eletrônicos na Unioeste e contribuir para uma gestão ambiental do Centro e do Campus.

Para entender as novas necessidades, é importante incentivar a participação dos cursos do CCSA na Avaliação institucional, de forma que possamos agir mais pontualmente nas demandas universitárias. Pretendemos apoiar ações dos discentes que buscam a complementação da formação por meio de convênios, estágios, intercâmbios ou acordos com outras instituições nacionais ou estrangeiras, e, assim, apoiar a internacionalização e a mobilidade discente e docente do CCSA.

Da mesma forma, pretendemos estabelecer parcerias e apoiar, junto aos gestores estaduais ou municipais, ações de interesse dos cursos afetos ao CCSA e com um olhar para a sociedade e para as necessidades da região, defender a implantação dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação previstos no Plano Diretor e/ ou no planejamento estratégico dos cursos.

Apoiar também o PEE (Programa de Ações Relativas às Pessoas com Necessidades Especiais) em termos de recursos humanos e financeiros, para que a universidade seja cada vez mais inclusiva e respeite as diferenças.

  1. Como se compõe seu Centro?

O CCSA/Campus de Toledo é composto por três cursos de graduação: Ciências Econômicas, Secretariado Executivo Trilíngue e Serviço Social; três programas de Pós-Graduação stricto sensu: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (PGDRA), nível Mestrado e Doutorado; Programa de Pós-Graduação em Economia (PGE), nível Mestrado, e Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS), nível Mestrado, além de Cursos de Pós-Graduação lato sensu ofertados periodicamente. Atualmente há o Curso de Especialização em Assessoria Executiva e o MBA em Engenharia Econômica e Gestão de Projetos. Assim, o quantitativo de alunos é de aproximadamente de 580 estudantes. Atualmente, temos 53 docentes altamente qualificados para atender os três níveis supramencionados, além de estarem envolvidos com diversas atividades de pesquisa e extensão. Aliás, o CCSA tem essa forte característica da verticalização de seus cursos, assim como de elaborar projetos de pesquisa e extensão, visando a participação da comunidade externa.

            Em relação à  infraestrutura, além das salas de aulas e gabinetes de estudo dos professores presentes no Campus, o CCSA tem prédio próprio que abriga o Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS), as coordenações de graduação, de estágio e pós-graduação, grupos e núcleos de pesquisas, laboratório de línguas, laboratório de informática, e o CELTO. Em conexão ao prédio, há o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio (PGDRA), o Programa de Pós-Graduação em Economia (PGE) e o Núcleo de Desenvolvimento Regional (NDR).


Fonte: https://www5.unioeste.br/portalunioeste/43-cnoticias/50597-campus-toledo-diretora-do-ccsa-incentiva-pesquisa-e-extensao

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por Patrícia Sala e Fernanda Sanches.